Pets e Alfabetização

PETSEm setembro, aconteceu o dia mágico em que as crianças do 2º ano puderam trazer seu animal de estimação para a escola: cachorro, gato, peixe, passarinho, todos são bem-vindos ao HWR neste dia.  A ideia é convidar os pequenos a pesquisarem sobre os animais estimulando, assim, de uma forma lúdica e cheia de emoção, a leitura e a escrita. Primeiro eles fazem uma pesquisa e descobrem quem tem bicho de estimação e qual. Daí, eles pesquisam sobre aqueles animais e criam um “Você Sabia” com curiosidades sobre eles que são apresentadas no dia. Até as professoras trazem seus Pets. A atividade dura cerca de uma hora e alguém da família se encarrega de trazer o animal e levar de volta para casa. Com o apoio dos bichinhos a alfabetização fica muito mais gostosa no HWR.

Anúncios

Pequenos Autores

livroComo parte do projeto de alfabetização do HWR, as crianças são estimuladas a criar, coletivamente, uma história que é transformada, ao final do projeto, em um livro. O processo começa no Infantil IV quando elas recebem uma história pronta e ilustram. No 1º e no 2º ano cada aluno é responsável por escrever e ilustrar uma página do livro coletivo. Esta é uma forma usada pelas professoras, para motivar o exercício da escrita e a produção textual com significado. Uma vez pronto, o livro é autografado pelos autores e passeia pela casa de todos os alunos. Os alunos do 2º ano criam, ainda, seu próprio livro de receitas que traz delícias da culinária mas, também, receitas malucas de como fazer qualquer coisa que seja importante para eles, por exemplo: receita para se tornar um Pop Star. Estes projetos, que dão mais prazer e vida à etapa do letramento, são conduzidos no HWR com muito carinho pelas professoras Jussara, Ana Paula e Bianca, do Infantil IV, Vanessa e Stephanie, do 1º ano e Tânia, Carla e Sueli, do 2º ano.

Campeonato de Tabuada

IMG-20170912-WA0008Quem disse que aprender tabuada é só decoreba? Este ano, no HWR, os alunos viveram uma experiência divertida que uniu tabuada e educação financeira. As professoras do 3º ao 5º ano criaram um campeonato: a cada acerto na tabuada o aluno ganhava uma moeda fictícia batizada de Recreal. Todo mundo ganhava, em algum momento, e os alunos foram juntando os seus Recreais. Agora, as professoras vão organizar um Mercado de Pulgas, onde cada aluno pode trazer um objeto usado para vender como gibis, livros, cards e CDs. A moeda deste mercado será o Recreal. Assim, as crianças estão exercitando sua relação com o dinheiro, fazendo contas e passando para frente aquilo que não usam mais. Uma forma estimulante de vencer esta etapa fundamental para o aprendizado da matemática.