35 anos de histórias – O livro de ouro

LivrodeouroEste é um fato verdadeiro que aconteceu há muito tempo, em 1983, quando a escola era ainda bem pequenininha. Na época, a professora Elizabeth, que dava aula para o pré, hoje primeiro ano, resolveu registrar a história de um jeito bem diferente. Escolheu um caderno bonito, forrado com veludo, com detalhes dourados e deu o nome de “Livro de Ouro”: todos os alunos que aprenderiam a ler e a escrever na escola, dali em diante, deixariam seus nomes assinados nele. E o “Livro de Ouro” segue firme, já exibindo as marcas do tempo, passando de mão em mão a cada ano, de um aluno que viveu a magia da alfabetização, para outro que ainda vai viver. Hoje, são mais de mil estudantes que assinaram o livro, desde 1983, muitos já estão formados trabalhando nas mais diversas profissões. E o que mais nos alegra é que todos os anos, um ou outro reaparece, trazendo seu filho pelo braço para estudar, aqui, no Henri Wallon|Recrearte.
Este ano quem revelou a história do Livro de Ouro para a turma do primeiro ano foi o professor Eros, de Arte. Aconteceu numa deliciosa aula de contação de histórias na Biblioteca do colégio. Os alunos ficaram tão encantados com a narração do professor, que não viam a hora de poder assinar o tal Livro. Quem entregou o Livro de Ouro para as alunas do Infantil IV – as gêmeas Beatriz e Luísa da Costa Grossi – foram os alunos do primeiro ano – Henrique Gentile e Mariana Mitsuoka. E, assim, seguimos honrados em fazer parte deste momento único e transformador na vida de outra turma de crianças, que ganha acesso ao mundo maravilhoso das palavras.

Anúncios